Arquivo de Março, 2009

31
Mar
09

visite nossa cozinha

 Cozinhas fabricadas pela empresa ialiana Aster Cucine, que desenvolveu um sofisticado programa de computação, para tornar o ajuste  dos gabinetes, encaixes de gavetas, dobras,  possíveis com ferragens absolutamente funcionais e   design inovador . Mais detalhes ver Aster , fonte Trendir

Aqui, o limite é a imaginação. Deleite-se com as imagens, e aproveite as idéias, destas cozinhas em ”Ilha”’.  Veja mais informações e autoria dos projetos em Trendir

Eu, particularmente, gosto muito desta tendência, que vem com a proposta das cozinhas abertas, integradas com a sala, deixando o ambiente  mais  amplo e espaçoso. Porém, isso só  é possível desde que seja adotado um eficientíssimo sistema de exaustão, para que os odores da cozinha não se propaguem para outros cantos da casa. 

Quando estava na faculdade, li  um livro muito interessante, chamado Cozinhas e etc, Ed. Debates,  que todos os arquitetos conhecem. Basicamente, o livro   discute a função social da cozinha desde a época colonial,  e como ela  foi se colocando dentro da habitação, através da história. Antigamente escondida e só para  empregados, hoje absolutamente democrática e inserida na convivência de todos os moradores da residência. Deixa  de ser meramente coadjuvante, para se tornar a estrela principal, com  equipamentos, utensílios de útlima geração,   projetos  inovadores e de vanguarda. A cozinha é um epaço em constante mutação e um assunto que tem bastante lenha para queimar

Hoje, você pode tranquilamente receber seus amigos e convidados para  tomar drinks, jantar e terminar a conversa, sem sair da cozinha. Agora, se a recepção  for em  algumas dessas cozinhas,  a conversa fica ainda melhor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

31
Mar
09

feiras, feiras e feiras

Em São Paulo, a semana que passou foi agitada, para quem de alguma forma está ligado às áreas de arquitetura, construção, decoração e afins. Foi realizada no Anhembi a FEICON, Feira da construção. No pavilhão de exposiçãoes do Transamérica, dividiram o mesmo espaço  a feira  REVESIR que traz as maiores empresas do setor  de revestimentos  no  país, com as útimas novidades, e a Kitchen&Bath, que além das últimas tendências  de mobiliário e utensílios de cozinhas,  metais e louças  para  banheiros, promoveu vários eventos e palestras,  com a presença de  renomados  arquitetos e designers de interiores  internacionais.

Dentre tantas novidades, levei minha pequena máquina de bisbilhotices, e fotografei o que mais me chamou a atenção. As fotos mostram um pouco do que vi, no calor do agito.

 Docol

 

Além de todas essas novidades entre toneiras, chuveiros, monocomandos, a Docol ainda está editando uma revista, a Docol Mgazine, com reportagens exclusivas e dferenciadas, sem falar  na  qualidade editorial, muito elegante.

E as novidades não param por aí,  com a criação Maison Docol, um programa de relacionamento, que premiará arquitetos, decoradores, designers de interiores e engenheiros. Mais informações,clique  aqui  maison docol

Altero

 Brascor Countertops & Designer

Cubas feitas em Corian e Magicstone, segundo informação do fabricante material similar ao Corian, que está chegando agora ao mercado. Ambos materiais  conferem versatilidade às formas dos  produtos.

 Castelatto

Lina Lucce

Sottile Pátina

Duna

Eclypse

Jatobá

Linha Bico de Jaca  designer Marcelo Rosembaun

Interfloor

Piso em PVC , completamente maleável

Lepri

Tarkett Fademac

 Portobello

A Portobello, lançou um blog na Revestir 2009, para acessar, clique aqui.  Portobello

Coifas

Com painel de couro legítimo, a coifa Vogue Black Leather, lançamento da Elica, traz o Deep Silence Plus, sistema que ameniza o barulho provocado pelas coifas.

A coifa Mini Om Tourquoise, da Elica, destaca-se pela aspiração perimetral, que não deixa o filtro à mostra. Ela também vem com kit de absorção sonora e está disponível em oito cores

Lançamento da Elica, a coifa Black Stream de fixação no teto desperta atenção pelo brilho do seu revestimento em cristal murano. Sua potência é de 400 m³

 Falmec inova ao trazer a coifa Mirabilia com estampa de zebra. A outra opção de desenho é a Ilha de Manhattan, em Nova York. Feita  em aço inox

Com desenho arrojado, a coifa Progettare, da Elettromec, está disponível nas cores preta, branca e vermelho. O destaque vai para o sistema Clean Air que renova automaticamente o ar do ambiente onde está instalada

26
Mar
09

mario botta

mesa “Terzo” – 1983

 Arquiteto e designer suíço, Mario Botta nasceu em 1943, em Mendrisio, Ticino (Suíça italiana).   Um de seus  mais recentes trabalhos na área de arquitetura, foi este Spa, na Suiça. Acima , a mesa “Terza”,

Iniciou a sua atividade em Lugano, Suíça, em 1970,  sua obra caracteriza-se por uma grande ênfase no rigor geométrico e uma tentativa de conciliação da arquitetura tradicional com a estética do movimento moderno.

fonte : Mario Botta

25
Mar
09

oasis

Esta sala de  banho funciona como um “öasis”  no interior  da casa. O interessante é que não existem ralos! O proprio piso funciona como dreno das águas, tanto do chuveiro como da pia –  através das abertura no piso. Há tambem uma salamandra para esquentar o ambiente, segunindo os mandamentos do feng shui, sem perder o link com a sofisticação e contemporâneidade.

Designer: Renato Gschwend

fonte :  Yankodesign

23
Mar
09

…círculos, bolas, esferas…

hall de entrada/acesso a área íntima

detalhe iluminação do living

             

lavabo                                                                                        hall elevador

No projeto de reforma deste apartamento de 160 m2 de minha autoria as formas circulares foram inconscientemente tomando conta de tudo, portas, parede, iluminação, espelho…. o círculo se fechou!  Confesso que tentei me afastar um pouco do tema , mas os clientes   resolveram entrar no jogo, então me entreguei de vez.  O resultado está aí. Os círculos, as bolas e as esferas, dão  o tom deste   projeto.

19
Mar
09

fênix

Literalmente um marco cultural da cidade de São Paulo, renasce das cinzas.  O teatro Cultura Artística, que lamentávelmente incendiou-se em agosto, de 2007, tem projeto de reconstrução e ampliação  do arquiteto Paulo Bruna, com a preservação do belíssimo mural de Di Cvalcanti. O que motivou a reconstrução do teatro, no mesmo lugar, pela Sociedade de Cultura Atísitica, foi o muraL que permaneceu intácto,após o incêndio.

O projeto inicial foi concebido por Rino Levi e Roberto Cerqueira Cesar.  Inaugurado em 1950, era  reconhecido por sua acústica e visibilidade perfeitas, devido a inclinação da platéia. Os artistas que lá representavam, costumavam deizer que viam os olhos de quem estava sentado na última fila . E os espectadores, diziam ouvir com absoluta perfeição todos os sons produzidos no palco.

O novo teatro Cultura Artísitica tem previsão para  abrir as portas,  em meados de 2012. Vamos aguardar.

18
Mar
09

templo das havaianas

As  havaianas agora tem um templo só para elas no coração dos Jardins, em São Paulo. Tem para todos os gostos e perversões.  O espaço ,  despojado e contemporâneo projetado pelo arquiteto Isay Weinfeld, dá o destaque nessário as  estrelas -sandálias- sem se sobrepor, mas também sem passar despercebido. Tudo no maior equilíbrio,

A loja  fica abaixo do nível da rua, e o acesso, no mesmo nível  da calçada,   convertendo-se numa espécie de mirante, onde se tem uma visão panorâmica do ambiente, com um pé direito considerável, tornando espaço amplo, aberto e iluminado.  O piso bastante simples, de pedra mineira, cortada em tamanhos diferentes, convida a  andar descalso ou de sandálias havainas, dando total liberdade aos clientes. Vi vários andando descalsos a procuro do modelo ideal pela loja.
Me chamou atenção a sintonia do projeto com o espírito  das sandálias  A sensação que me causou foi bem interessante, ao mesmo tempo parecia estar numa feira livre, numa praça ou até  mesmo numa praia com coqueiros e brisa do mar. Vale à pena conferir,  e quem sabe como eu, aproveitar a visita meio lazer, meio bisbilhotice  arquitetônica e sair com um par das macias/legítimas debaixo do braço, ou melhor  nos pés.

14
Mar
09

toque

 Vi a revista    +Soma  e recomendo.  Imagens legais,   informação, excelente edição e melhor ainda gratis. Segue lá em baixo, alguns locais onde encontrar a revista. Este é o convite da inauguração do espaço

Inauguração Espaço +Soma . Coletiva Four of a Kind
Dia 14 de Março das 16h às 20h.

Além da revista e do site, estamos inaugurando o Espaço +Soma – um espaço cultural multidisciplinar cravado no maior reduto artístico da cidade de São Paulo, a Vila Madalena.

Para inaugurar o espaço em grande estilo, apresentamos a exposição coletiva “Four of a Kind”, com produções inéditas dos artistas Alexandre Cruz “Sesper”, André Pato, Flávio Samelo e Thaís Beltrame, todos eles da Famiglia Baglione.

Conseguir fazer com que um projeto de uma revista gratuíta de arte, música e cultura independente tenha se concretizado já foi uma  grande  realização para todos nós então dá para ter uma ideia de como que estamos nos sentindo agora com a inauguração desse espaço.

A proposta é basicamente ser a +Soma em carne e osso, ou melhor, em cimento e tijolo.

Se antes nossa preocupação inicial era fomentar a cultura independente criando uma voz ativa para um universo que contava com tão pouco espaço e reconhecimento na mídia, agora a ideia é ir além, inaugurando um ambiente físico voltado para, assim como a revista, celebrar a arte, a música e principalmente a diversidade.

Confira os pontos que você pode encontrar a +SOMA #m São Paulo . SP

Osklen
Rua Oscar Freire . 645 . Jardins . São Paulo . SP

Plastik
Rua Dr. Melo Alves, 459, Cerqueira César . São Paulo . SP

Galeria Choque Cultural
Rua João Moura, 997 . Pinheiros . São Paulo . SP

Loja do Bispo
Rua Dr. Melo Alves, 278 . Jardins . São Paulo . SP

Eastpak
Rua Augusta, 2685 . Jardins . São Paulo . SP

Herchcovitch
Rua Haddock Lobo, 1.151 . Jardins . São Paulo .

Micasa
Rua Estados Unidos . 1.057 . Jardins . São Paulo . SP

13
Mar
09

última parada

Se depender dos  arquitetos catalães da BAAS – Jordi Badia e Josep Val –  não é  preciso mais ter a sensação de estar  entrando num castelo do Conde Drácula, quando precisarmos nos despedir de alguém que se foi, esta obra  é prova disso. Parece um parque, uma praça,  qualquer   coisa, menos  um  edifício funerário.  Localiza-se na cidade de Léon, na Espanha.

Sob esse imenso lago , ficam as salas  iluminadas  por  clara bóias. Incontestávelmente, todos passaremos algum dia, por alguma sala, que espero,  ser um  pouco como  essa.  Então, se não há outro jeito, que  essa passagem seja feita  em grande estilo.

 

 

11
Mar
09

sobre all stars, havaianas e afins

Se alguma hecatombe se abatesse sobre este pobre planeta, e não sobrasse nada além de fumaça destruição e  paisagem desértica,  talvez alguns itens icônicos permaneceriam como testemunhas para contar a história do que rolou por aqui.  Com certeza,  um par de tênis All Star e um  de sandálias havaianas. É uma questão de reconhecimento por serviços prestados,  afinal,  ambos nos serviram  bem, com o   designer  perfeito e definitivo que possuem.

A paisagem poderia ser a estátua da liberdade, meio  soterrada, com um All Star amarrado na cabeça , e uma  havaiana enganchada na tocha,  para ficar bem claro que por  aqui  um dia circulou vida, digamos,  medianamente inteligente. Restaria  também sob os escombros,  uma garrafa de Coca cola, uma carcaça de fusca,  talvez um retrato da Marilyn,  um I-pod com a bateria fraca, tocando  incessantemente alguma canção dos Beatles. Ah, talvez,  também alguns filmes de Woody Allen, para explicar didaticamente,  um pouco da nossa  paranoia.   Mas isso já é outra história.

O bom design não é biodegradável.

Vinte anos e poucos anos  atrás, um tórrido verão de mais de 30 graus na Europa. Levei as tais  sandálias no fundo da  mochila . Para falar a verdade, sem a mínima intenção de  usa-las. Imagine!!!  Não só as  usei, como   serpenteei pelo velho mundo, observando a paisagem  sob a ótica de um par de  havaianas.  As tiras não pertenciam a ela, eram de outra  cor.  Isso dava  um toque  ainda mais estranho, para aquela peça um tanto  esquisita  para os gringos. Minha namorada,  que não era conservadora ou preconceituosa, fugia de mim como seu  eu fosse vítima da peste negra. Sentia  em seu olhar um misto de piedade e desprezo,  uma vontade de dizer a todos que   não conhecia aquele pobre mendigo que teimava em persegui-la por todo  canto. Nem aí,  desfilei com meu par de  jóias, como se fosse um príncipe, entrando e saindo de hotéis, museus,  restaurantes e   catedrais. Para agravar ainda mais a ira dela, nosso passe de trem nos permitia transitar de primeira classe.

As havaianas me mostraram,   Picassos, Matisses,  Mondrians  Monalisas,  moinhos de vento  e uma série de maravilhas inesquecíveis.  Deveria te-las guardado.  Recordo-me que a última vez que nos vimos,   elas estavam  nos pés  da da moça que trabalhava  na casa do meu pai, lavando a calçada . Nos encontramos, nos despedimos   e nos agradecemos!

Uso o episódio como brincadeira,  dizendo  que “lancei as havaianas na Europa”, pois ao contrário de hoje, um ícone fashion,  naquela época,  ninguém conhecia aquelas  maravilhas por lá.

Agora All Star, tem que ser de cano alto! O primeiro que tive, foi vermelho. Ganhei um,  achei o máximo – começo dos anos 70 – era ” avis rara” por aqui.  Quanto mais rodado, mais legal ia ficando.  Entre as andanças que  fiz por esse, e outros mundos, nesses anos todos,  tive  quase todas as cores, brancos, vermelhos pretos e azuis. Com cada um vivi boas histórias.

Confesso que de uns tempos para cá, uma questão tem me intrigado bastante e me deixado com uma sensação  estranha:  cabelo grisalho combina  com All Star de cano alto?  Será que ainda consigo segurar  atitude daquela estrela impressa na sua lateral? E  a  nossa   incrível cumplicidade,  será que já  expirou?  Será que ainda  seguro  essa onda? A impressão que me causa, é a de que estou querendo parecer um eterno garotão…   Essas perguntas são  bem emblemáticas  num certo momento da vida.

Quer saber, resolvi que vou dar um tempo para essas inconvinientes questões . Vou desencanar e sair logo atrás de  um   All Star verde, de cano alto. Acabei de lembrar que nunca tive um dessa cor .  No fundo, acho que era essa resposta que  eu estava procurando, afinal,  da vida nada se leva, só a saudade de um par de havaiansa e de um bom e velho All Star…de cano alto…claro!




autor/proposta

josé luiz leone, arquiteto/designer ARQBAR = BAR : balcão+serviço rápido+amigos+ camaradagem+bate papo+ descontração+ circulação de informações+pessoas+ aprendizado+relacionamentos +parcerias+divulgação de trabalhos+ cumplicidade+novidade+ informação+arte+arquitetura+design

Acessos

  • 121.629 acessos
Março 2009
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Páginas

twitter