14
Dez
12

um “canto” para chamar de seu

Quando o guerreiro volta exausto das batalhas, quando o caçador retorna exaurido da floresta, ou quando  nós, simples mortais  regressamos das arenas urbanas, precisamos de uma despressurização  rápida, e  um porto seguro para clarear  as idéias. Um lugar tranquilo para apertar o botão  “fast rewind”  e  ouvir as “fitas gravadas” nos arquivos abarrotadas  de informações, na maioria das vezes  absolutamente dispensáveis,   que vagam  no interior caótico de  nossas pobres e  cansadas cabeças falantes. Muito raramente algo merece realmente ser arquivado.

Relaxar, meditar, ler, viajar, ouvir música, ou simplesmente silenciar.  Todo  mundo tem  seu “canto”   em  casa,  seja na garagem,  no sotão,  no porão ou no quarto de despejo. Seja  onde  for ele estará  sempre pronto a nos acolher,  ainda se for só  para olhar para a parede mais próxima, abrir uma imensa tela imaginária,  e  sair pelo mundo.

Flávio Motta,  certa vez, num “encontro com homens notáveis da arquitetura”  lindamente discorria e filosofava sobre o “canto”.   Não  sobre  o canto musical, mas um outro  canto,  o encontro da quina das paredes onde podemos nos aninhar, nos encontrar. Fazer o canto cantar!

Tenho o meu  lugar que funciona   como um rito de passagem,  o meu “canto”.  Ali já me encontrei com todas as figuras que fizeram minha cabeça, e com as quais eu gostaria de ter convivido:  de John Lennon a Mahatma  Gandhi  de Mies Van der Rohe a Cacilda Becker de Woody Allen  a Mayakovisk, de Leonardo da Vinci a Federico Fellini de Anita Malfatti a Fernando Pessoa  e sua trupe  de heterônimos.  Posso dizer, que graças ao meu “canto”  sou íntimo de todos . Ali já vivi as mais transgressoras e alucinantes  experiências, encarnei os maiores personagens da história, resolvi num piscar de olhos,  todos os problemas do mundo.  Já perdoei, já pedi perdão, já encontrei algumas respostas, outras nem cheguei perto.  Construí todos os castelos que pude. Fui o  ator dos   filmes que vi.  No meu “canto”,  abasteço meu liquidificador de idéias.  Me abasteço de mim! Renasço a cada dia!   …me preparo para o mundo. E você?

quartsimagem.jpg

Anúncios

1 Response to “um “canto” para chamar de seu”


  1. 1 F.Brenz
    Dezembro 26, 2009 às 8:45 pm

    Como dizia o Flavio, não cai no canto, como bom filosofo que ainda é, menos arquiteto.
    Ƨ.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




autor/proposta

josé luiz leone, arquiteto/designer ARQBAR = BAR : balcão+serviço rápido+amigos+ camaradagem+bate papo+ descontração+ circulação de informações+pessoas+ aprendizado+relacionamentos +parcerias+divulgação de trabalhos+ cumplicidade+novidade+ informação+arte+arquitetura+design

Acessos

  • 118,924 acessos
Dezembro 2012
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Páginas

twitter

  • @MarceloTas O mais preocupante da renúncia de Bento XVI é Lula mudar os planos e querer ocupar a santa cadeira 4 years ago
  • a forma do som? wp.me/pqIMY-116 5 years ago
  • Ufa, segundo turno. Nos livramos do Netinho, mas infelizmente não do tiririca.Td bem vamos eliminando pouco a pouco 7 years ago
  • Olha aí o povo dano o recado nas urnas : lugar de pagodeiro e fazer show para quem gosta 7 years ago
  • RT @Ednad: A @locaweb informou que o "problema" pode se manter por 15 dias. Até lá muitos já mudaram para outro fornecedor. 7 years ago

%d bloggers like this: